quarta-feira, 25 de novembro de 2015

NÃO FUI CONVIDADO PARA O CASAMENTO DO MEU AMIGO



Hoje li no facebook o texto com o título acima de Fabrício Carpinejar, um escritor que gosto muito, falando da sua revolta por não ter sido convidado para o casamento de um amigo. 

Não, ele não estava chateado porque perdeu o comes e bebes, a balada, ou por ter sido esquecido, ele estava chateado, porque em algum lugar no passado, aquela amizade foi esquecida, negligenciada, não cuidada. 

Já passei por essa situação e já tive esse sentimento algumas vezes e isso me angustia. Tem umas pessoas que foram tão presentes na minha vida e quando me dei conta, se tornaram conhecidos e até desconhecidos. 

Por que isso acontece? Onde foi mesmo que a magia daquela amizade se perdeu? Ah, você foi estudar fora, casou cedo quando eu ainda estava na pista, arranjou um namorado possessivo, teve filhos, estamos trabalhando muito. Desculpas. Meras desculpas para tentar amenizar a dor de ter sido tão descuidada, tão negligente com um sentimento tão nobre. 

Será que conseguimos apagar aquela linha que nos separou? Será que dá tempo recomeçarmos? As redes sociais até fizeram nós nos reencontrarmos, mas será que a magia acabou?

Quem sabe um vinho ou um café? Será que o papo ainda flui?

Vamos tentar?

by Sicrana


Nenhum comentário: